• Filosofando com as panelas

    Dicas para planejar sua alimentação semanal

    O cenário é corriqueiro: você está em casa, a vontade de cozinhar aparece, você caminha até a geladeira e não encontra os ingredientes para aquela receita que imaginou. Quando encontra, os ingredientes não combinam e você não consegue pensar em algo que possa fazer.

    Já passou por isso alguma vez?

    Nesse post você vai encontrar dicas de como planejar uma alimentação semanal criando uma conexão com a comida. 

    Pequeninas ações são capazes de otimizar as compras, transformando o consumo desmedido em consciente e tornando o “fazer feira” num passeio onde todo mundo sai ganhando.

    Anote as dicas:

    Alimente-se antes de sair de casa

    Por falar em economia, é batata: quando estamos com fome, tendemos a comprar coisas que não precisaremos ou usaremos por puro consumismo. Pior que isso só jogar comida fora.

    Assim, faça um lanche levinho antes de botar a cara na rua.

    Monte um cardápio semanal e escreva uma lista

    As compras realizadas em grandes quantidades ajudam a economizar nosso tempo. Acontece que, se não forem bem planejadas, acabam prejudicando o orçamento, pois na maior parte das vezes não usamos todos os produtos perecíveis, que acabam sendo descartados. E pensar em desperdiçar alimentos num mundo onde muita gente morre de fome deveria ser um assunto fora de cogitação.

    É muito mais difícil pensar no planejamento mensal. Divida suas compras por semana, pois geralmente aos domingos já temos uma prévia de como os próximos 7 dias serão.

    No começo pode não parecer fácil, mas tudo é uma questão de hábito. Planejar as compras é essencial para que a gente perca menos energia e possa reduzir o desperdício dos alimentos.

    Antes de sair de casa, pare por um minuto e pense:

    Quanto você pretende/pode gastar?

    Quantas vezes irá cozinhar na próxima semana?

    O que irá cozinhar? Será, por exemplo, um creme de gengibre com cenoura na segunda, um assado agridoce de legumes na terça, quarta uma sopa dos sonhos, e por aí vai?

    O que está faltando na sua dieta? Você tem alguma deficiência alimentar?

    Um planejamento bem feito é um incentivo para equilibrar a dieta e cozinhar o próprio alimento, pois a famosa listinha de compras nos dá uma visão ampla do que estamos ingerindo.

    Quando planejamos a alimentação semanal e compramos de pequenos produtores, fomentamos o comércio local e gastamos menos tempo se deslocando e estressando no trânsito. De quebra seu dinheiro fica no seu bairro ou em torno dele, desenvolvendo com isso o comércio e a comunidade local.

    E nem preciso dizer que, se falta ideia, aqui você encontra um monte delas, né?

    Caso opte por comprar no supermercado, organize a lista por seção, agrupando produtos que ficam próximos uns dos outros, como frutas e verduras, itens pessoais e de higiene, etc.

    Cebola na manteiga (7)

    Foto por Lorena Dini

    Use sacolas recicláveis

    Sabia que sacolas plásticas demoram mais de cem anos para se decompor?

    Contribua com o meio ambiente e acomode melhor seus produtos fazendo uso de sacolas retornáveis, que são mais fáceis de carregar, além de serem super charmosas.

    Cole na geladeira uma listinha com o calendário dos vegetais!

    Quem acompanha o Cebola sabe: se familiarizar com a época das frutas, verduras e legumes traz economia para o bolso e auxilia no combate ao uso dos agrotóxicos, pois quando um agricultor produz um alimento fora de sua safra natural, ele lança mão de mais insumos para melhorar a produção. Isso compromete o solo, o clima e sua saúde.

    O uso de adubos químicos e defensivos agrícolas fazem com que os alimentos não apresentem tantos nutrientes. Já comeu morango fora da época? O gosto definitivamente não é o mesmo quando se come um morango na época de frio. Perceba o dulçor e aparência!

    Abusar dos alimentos da estação te desafia a buscar novas receitas e a fazer combinações surpreendentes e genuínas.

    Procure feiras pequenas e orgânicas

    O custo dos produtos na feira geralmente é menor do que num ambiente oligopolizado como supermercados,  pois não há gasto com energia, pagamento de funcionários, embalagens e reserva do lucro destinado à empresa que faz a gestão do estabelecimento, por exemplo.

    Por isso mesmo pequenos negócios, quando valorizados, promovem o desenvolvimento social. Sua compra ajuda o Seu Zé que vende hortaliças a se fortalecer, estimulando seu desempenho e diversificando a oferta de produtos e serviços.

    E adivinha quem é beneficiado com isso? 🙂

    O site Feiras Orgânicas traz uma lista acessível dos locais onde você pode encontrar, a poucas quadras, uma feirinha daquelas de lavar a alma.

    Tudo cultivado pelo senhorzinho que depende do movimento local para sustentar sua família. Dá para ver o carinho com que as pessoas trabalham. A conexão é outra!

    Cebola na manteiga (8)

    Foto por Lorena Dini

    #shoplocal

    Pergunte!

    Faça amizade com os vendedores, questione a respeito do dias da semana em que os produtores reabastecem as barracas e também sobre a origem dos produtos.

    Isso garante alimentos frescos, novas receitas e aquela dica que você nunca imaginou. Aprendi numa feirinha, por exemplo, que descascar gengibre e cúrcuma com a ajuda de uma colher é muito mais fácil. Feira é amor!

    Fim de feira é sinal de economia

    Se você deixar pra visitas as feiras quando ela estiver prestes a fechar, a chance de conseguir aquele descontinho é maior. Pechinche com muita consciência para não desvalorizar os produtos e serviços ali encontrados! De preferência, deixe que o próprio produtor faça sua oferta.

    Consuma os alimentos que têm menor durabilidade primeiro

    Couve-flor, abobrinha, e brócolis, por exemplo, são alimentos que estragam facilmente.

    A dica é compra-los em menor quantidade e consumi-los primeiro para evitar o desperdício.

    Visite o Filosofando!

    Gostou desse post? Temos um cantinho especial aqui no Cebola, o Filosofando Com as Panelas, onde você encontra questionamentos e soluções como as trazidas nesse post.

  • You may also like

    Pin It on Pinterest

    Share This