O nome dessa receita clássica italiana deriva da palavra “carbone”, que significa “carvão”. Alguns acreditam que tenha sido uma refeição rápida e suculenta criada pelos trabalhadores de carvão na Itália, na região da Úmbria. Outras teorias apontam que o nome se deve apenas à cor escura da pimenta preta recém moída, que é usada na preparação.

A diferença dos outros molhos é que os ovos são adicionados crus e acabam por cozer apenas com o calor da massa. Na forma original usa-se pancetta. Estejam à vontade para escolher qual delícia usar!

Anotem aí:

Ingredientes:

300 g de spaghetti
250ml creme de leite fresco
6 gemas de ovo
100g grana padano fresco ralado
150g bacon picado em tirinhas (ou pancetta)
Sal
Pimenta do reino a gosto, de preferência moída na hora
Uma pitada de noz moscada
Parmesão a gosto para montagem do prato

Modo de preparo:

Frite o bacon com a ajuda de duas colheres de óleo e reserve. Se você fritar com a própria gordura, corre o risco de queima-lo.

Cozinhe o creme de leite e tempere com sal, pimenta e noz moscada. Experimente para verificar se está a seu gosto.

Ferva uma panela com bastante água e duas pitadas de sal e cozinhe o macarrão até que fique al dente. Escorra a água e reserve.

Numa vasilha, misture o creme de leite até ficar homogêneo, depois adicione as gemas (isso mesmo, elas não são cozidas), o queijo e mexa muito bem.

Adicione macarrão e o bacon e voilà! Sirva acompanhado de parmesão ralado na hora.

Ah, serve duas pessoas de forma beeeeeeeem farta.

NÃO PERCA NENHUMA NOVIDADE!
Receba em primeira mão o conteúdo do Cebola 🙂
Inscrever!